logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O ENSINO DE LÍNGUA INGLESA POR MEIO DE PROJETOS COLABORATIVOS: UM ESTUDO SOBRE LETRAMENTOS
Autor(es): Luciana Vasconcelos Machado. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave letramentos/multiletramentos, ensino-aprendizagem de lngua estrangeira, projetos colaborativos
Resumo

Este trabalho tem como proposta apresentar os resultados parciais de minha pesquisa, de mestrado em Linguística Aplicada, em andamento sobre letramentos e projetos colaborativos no contexto do Programa de Formação Interdisciplinar Superior da UNICAMP - ProFIS. Meu foco é observar as práticas de ensino-aprendizagem de Língua Inglesa no ProFIS, implantado em 2011 na UNICAMP. É importante destacar que, não sem controvérsias, o inglês assume o papel de língua franca, devido a intensa globalização. Esta evidencia o caráter multissemiótico das práticas de linguagem e influencia o ensino-aprendizagem de línguas. A partir da visão discursiva de linguagem (BAKHTIN, 2003 [1952-1953/1979]), concebida como prática social, histórico-culturalmente situada, torna-se relevante considerar perspectivas pedagógicas, como a pedagogia dos multiletramentos (NEW LONDON GROUP, 1996; ROJO, 2012), que reconhecem a pluralidade linguística e cultural e que privilegiem o aspecto formativo, em detrimento do instrumental a partir do potencial agentivo e da criticidade (ROCHA, 2012). Para a pesquisa em questão, o contexto gerador de dados dentro do ProFIS foi uma das disciplinas de nível 3 de LI do ProFIS, cuja proposta pedagógica envolvia a elaboração de um site bilíngue (português-inglês) voltado à apresentação e problematização do próprio programa. Para tal, foram utilizadas a plataforma Wix e a rede social Facebook no processo de elaboração desse projeto discente. As questões norteadoras de pesquisa e que ressaltam sua natureza qualitativa de cunho etnográfico (ANDRÉ, 2013) voltam-se à análise dos aspectos positivos e restritivos frente ao desenvolvimento de letramentos/multiletramentos, destacando também a potencialidade de projetos dessa ordem em contribuir para um ensino de LI de natureza crítica e colaborativa. Como considerações parciais baseadas em observações participativas, diários de campo, questionários online e entrevistas,  os primeiros resultados indicam como positiva a experiência vivenciada pelos alunos, por meio da construção de material online. Acerca do desenvolvimento do site, é possível apontar que é uma prática efetiva no ensino de LI, pois permite unir o exercício de letramento crítico e ensino-aprendizagem de língua, fortalecendo letramentos autorais e transculturais em LI, demonstrando um possível deslocamento em relação a práticas mais gramaticalistas.