logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: OS DISCURSOS E A PRÁXIS NA APROPRIAÇÃO DE TICDs POR UMA PROFESSORA DE INGLÊS NA ESCOLA PÚBLICA
Autor(es): eliane fernandes azzari. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 01/03/2024
Palavra-chave apropriao tecnolgica, formao docente, ensino de ingls na escola pblica
Resumo

Permeando a sociedade, nas mais diversas ações cotidianas (da ida ao banco às interações interpessoais), as tecnologias digitais (re) constituem tempos-espaços contemporâneos - compreendido pelo olhar da cronotopia de Bakhtin (1998[1975], p. 283) - para práticas de construção, circulação e acesso a saberes; estabelecimento e manutenção de relacionamentos sociais; colaboração e contestação, entre outras ações que fazem uso da ubiquidade para multiplicar tarefas (SANTAELLA, 2011; 2013; LEMKE, 2010; LANKSHEAR; KNOBEL, 2008; KALANTZIS; COPE; CLOONAN, 2010). Por conseguinte, sua associação às práticas educacionais escolarizadas tem sido insistentemente advogada em discursos oficiais que promovem ações (tais quais: a inserção de materiais didáticos digitais; suportes digitais móveis, entre outros) voltadas à apropriação tecnológica por docentes. Centrada no âmbito da Linguística Aplicada, a pesquisa apresentada neste trabalho busca investigar em que medida a apropriação de tecnologias digitais pode (ou não) contribuir para os fazeres de uma professora de inglês que atua na educação básica em escola pública. Norteada pela visão discursiva dialógica desenvolvida por Bakhtin e seu Círculo, que concebe a língua(gem) como prática social situada historicamente, de origem pluralista, polifônica e heteroglossica (BAKHTIN, 1997; 2006; [1992]2011; BAKHTIN, M./VOLOCHÍNOV, 2006 [1929]),  a pesquisadora lança mão da metodologia de Pesquisação Participativa (KINDON; PAIN; KESBY, 2007; REASON; BRADBURY, 2008)  para , de maneira exotópica, identificar necessidades (iminentes e as co-geradas); planejar; executar e discutir (sendo essas etapas interpostas) processos de apropriação de TICDs (Tecnologias da Informação e Comunicação Digitais) da professora participante e suas implicações nos fazeres diários dessa docente.Atualmente na fase de geração de dados, a investigação aqui descrita espera poder contribuir para a área da pesquisa voltada à formação de professores pré e em serviço, expandido a discussão da apropriação de TICDs para a formação docente orientada pelos letramentos críticos (LUKE; FREEBODY, 1997; LUKE, 2013; MONTE MÓR, 2008),  (re)visitar questões de autoria e agência (BAKHTIN, 1981; SHIELDS, 2007; RAJAGOPALAN, 2013; CANAGARAJAH, 2013; JORDÃO, 2007) na docência contemporânea  e a crescente necessidade de (re)discutir as relações entre as políticas públicas – discursivamente materializadas em editais, programas de formação de professores e distribuição de equipamentos, entre outros – e os discursos e práticas cotidianos pertinentes à rotinas de ensino-aprendizagem da língua inglesa na educação básica pública. (A pesquisadora agradece o apoio do CNPq).