logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Reflexões de um pequeno príncipe
Autor(es): Gabriela Carvalho dos Santos. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Reflexo, Inteno, Valores
Resumo

O presente trabalho analisa a obra “O Pequeno Príncipe” para reflexão de seu valor social e as intenções do autor para com os leitores.  Para a realização desse trabalho utilizou-se como apoio teórico GANCHO (2003) que discorre a respeito das maneiras de se analisar uma narrativa. A autora programa um roteiro de como se trabalhar inicialmente com um texto. O livro descreve uma viagem vivida por um garoto em busca de conhecimento, porém a narrativa abrange a realidade de um mundo adulto, intrigando o leitor sobre aquilo que julga ser “importante”. O objetivo é contemplar e compreender a visão do autor acerca das coisas que valorizamos ou aprendemos a valorizar. Antoine se transforma no aviador, um dos protagonistas, quando adulto conhece o principezinho, que lhe conta sua história e o ensina através dos detalhes a essência da realidade. O príncipe contesta eventos considerados, pelos adultos, normal, como a grandeza dos números e as “coisas importantes”. O pequenino mora em um planeta acompanhado de uma rosa, apaixonado por ela, questiona sua segurança e viaja para outros planetas em busca de conhecimento, e acaba se deparando com um universo cheio de valores que o príncipe desconhece. Em cada planeta encontra um personagem que representa alguma inquietação adulta, a partir disso, inicia-se um raciocínio para se alcançar as verdadeiras riquezas da vida. À medida que discorre a narrativa o autor desperta para o valor das coisas mais simples, esquecidas pelos adultos. É assim que ele vê os que cresceram e se esqueceram da infância, transformando-se em seres estranhos que ele não consegue compreender. Essa obra é classificada como um livro infantil, e pode ser lido como uma fábula para as crianças, mas também possui uma bagagem reflexiva muito grande, fazendo com que qualquer leitor, de qualquer idade, absorva grandes conhecimentos de mundo e de vida. Cada personagem é cuidadosamente colocado pelo autor para que suas falas, suas roupas e suas intenções ensinem algo ao leitor. Após a leitura e pesquisa detalhada do texto estudado, pode-se observar que a obra não pode ser destinada somente ao público infantil, mas deve ser levada a todos os públicos, pois é uma obra de extrema reflexão para o crescimento pessoal. “O Pequeno Príncipe” é como manual de “coisas adultas”, que nos prova que elas existem e que as vivemos, e ao mesmo tempo, não fazem sentido.