logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O texto jornalísticos nos meios impresso e digital
Autor(es): Assuno Aparecida Laia Cristvo. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave webjornalismo, gneros jornalsticos, Crculo de Bakhtin
Resumo

Com o advento das novas tecnologias de informação, em especial a internet, o gênero jornalístico vem sofrendo modificações profundas, principalmente se levarmos em consideração o diferencial proporcionado por sete características intrínsecas ao ambiente virtual, quais sejam: hipertextualidade, multimedialidade, interatividade, memória, instantaneidade, personalização e ubiquidade. O objetivo desta análise é justamente verificar em que medida as características do texto jornalístico de jornais impressos foram se afastando ou se aproximando do novo referencial da web, a partir do conceito de gênero discursivo do Círculo de Bakhtin, analisando-se aspectos como conteúdo temático, estilo e construção composicional. No contexto das preocupações apresentadas, propõe-se uma pesquisa que observe as influências que os gêneros jornalísticos estão sofrendo bem como as soluções que estão sendo adotadas por cada suporte, isto é, no formato impresso e nos meios digitais, para responder às novas exigências e pressões, tendo em vista a concorrência cada vez maior no mercado jornalístico e na internet. A pesquisa considerará a característica de dinamismo dos gêneros discursivos: eles surgem e evoluem acompanhando a estrutura social de intensa mobilidade, construída por relações de linguagem, e podem deixar de existir se se tornarem obsoletos. Seu surgimento, para o filósofo da linguagem Mikhail Bakhtin, dá-se a partir de esferas que utilizam a língua e que produzem formas “relativamente estáveis de enunciados”, às quais ele chama gêneros do discurso (BAKHTIN, 2000, p. 279). Por serem ainda muito recentes, é possível que os gêneros jornalísticos on-line ou do webjornalismo não tenham adquirido essa relativa estabilidade de que fala Bakhtin. A pesquisa busca descobrir, então, frente ao grande impacto que os gêneros jornalísticos on-line têm causado no mercado de jornais, se as características do webjornalismo poderiam, de alguma forma, estar já afetando os gêneros jornalísticos no veículo impresso. Para estudar a necessidade de adequação das novas linguagens e perspectivas do jornalismo no suporte papel e virtual, a perspectiva teórica bakhtiniana revela-se de fundamental importância para este trabalho, não apenas o seu conceito de gênero discursivo mas também os de responsividade (Bakhtin, 2006), esfera de atividade (Bakhtin, 1998) e enunciado concreto (Bakhtin-Volochinov, 2000), além, é claro, da concepção teórica do dialogismo que fundamenta toda a obra do filósofo russo e que deverá ser o referencial maior a conduzir a pesquisa. Serão analisados textos jornalísticos das versões impressa e on-line dos jornais Folha de S. Paulo, O Estado de S. Paulo, além do site informativo UOL, pertencente ao Grupo Folhas. (Apoio: Capes/Unesp)