logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A SOBREASSEVERAÇÃO COMO ENCAMINHAMENTO DE ANÁLISE ERGOLÓGICO-DISCURSIVA
Autor(es): Fbio Carlos de Mattos da Fonseca. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave Sobreasseverao, Ergologia, Estgio Curricular Supervisionado
Resumo

Este trabalho tem por objetivo apresentar a análise de parte dos dados gerados em uma pesquisa de doutorado em andamento, no programa de pós-graduação em linguística aplicada e estudos da linguagem da PUC/SP. A investigação em tela trata do estágio curricular supervisionado e busca compreender o conjunto de saberes que se atravessam no percurso formativo de que o estágio é parte. Do ponto de vista teórico-metodológico, busca-se articular dois planos, um do eixo das ciências da linguagem e outro oriundo dos estudos sobre o trabalho, respectivamente a Análise do Discurso de Base enunciativa (Maingueneau, 2008), segundo a qual o interdiscurso exerce primazia sobre o discurso, e a Ergologia (Schwartz, 2002), que entende o trabalho pela perspectiva da atividade, entre outros aspectos, disparadora de um incessante debate de normas e valores. Destaca-se, nesta apresentação, em que medida a noção de sobreasseveração (Maingueneau, 2013) se constitui em um encaminhamento para análise de dados gerados em situação de entrevista. Incialmente formulada por Maingueneau para dar conta do campo do discurso midiático, no contexto desta pesquisa, a sobreasseveração sofre uma deriva com vistas a demonstrar a sua produtividade na aproximação a outro campo de produção de discursos, a saber, aquele em que são mobilizados temas pertinentes ao universo laboral e formativo. Acredita-se que, ao participar de uma entrevista, os atores sociais, cientes da cena de que fazem parte e dos seus desdobramentos possíveis, sobreasseveram os seus enunciados, ou seja, atribuem-lhes certo relevo a fim de que se apresentem aos pesquisadores como destacáveis. Essa destacabilidade se constitui a partir de determinados índices enunciativos: concisão, proeminência na cadeia significante e/ou realce no plano do significado, tom de gravidade, polemizações as mais diversas, modalizações etc. Para fins de uma perspectiva ergológica de análise, espera-se que o fenômeno da sobreasseveração sirva aos pesquisadores que se interessam pela interface linguagem/trabalho como porta de acesso ao difuso mundo de normas e valores - em debate   permanente e essencialmente discursivos - que permeiam a atividade nas suas múltiplas configurações.