logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Os museus de ciência à luz da teoria dialógica do Círculo de Bakhtin
Autor(es): Arlete Machado Fernandes Higashi. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Museus de cincia , Destinatrio, Crculo de Bakhtin
Resumo

A quem se dirige o enunciado? Como o locutor (ou o escritor) percebe e imagina seu destinatário? Qual é a sua influência no enunciado? Com esses questionamentos em mente, Bakhtin (2003[1923-24]) pondera que um traço constitutivo do enunciado é seu direcionamento a alguém, ou seja, de estar voltado para seu destinatário, o qual pode ser um parceiro e interlocutor direto do diálogo na vida cotidiana, um conjunto diferenciado de especialistas de alguma esfera individualizada da comunicação cultural, um público mais ou menos diferenciado, os contemporâneos, os partidários, os adversários e até um outro não determinado. Assim, a ideia, ainda que virtual, do público também parece ser o que norteia os modos de representação do conhecimento científico materializados nas exposições dos museus de ciência. Além disso, a interação, enquanto um fenômeno social concretizado por diferentes sujeitos socialmente organizados, provoca distintas relações dialógicas, o que viabiliza o processo de (re)significação e compreensão desses modos de representação. Dessa forma, entendemos as exposições de ciência e de tecnologia como enunciados concretos estruturados num material determinado (verbal e verbo-visual) os quais são orientados em função de um público e de um contexto definido. Ainda na visão do teórico russo, a concepção de destinatário é determinada pelo campo de atividade humana, influenciando o conteúdo temático, o estilo e a construção composicional do discurso. Desse modo, à luz do referencial teórico do Círculo de Bakhtin - principalmente das noções de destinatário, conteúdo temático, estilo e construção composicional – e de reflexões oriundas de estudos de recepção, o trabalho exposto objetiva mostrar, do ponto de vista linguístico-discursivo, a representação do destinatário/visitante nas dimensões verbais e verbo-visuais que compõem as exposições Corpo Humano e Alertas do Museu Catavento Cultural e Educacional. As escolhas justificam-se pela semelhança temática e por serem exposições que despertam interesse no destinatário visitante das seções Vida e Sociedade.