logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O emprego da variação imprópria como estratégia reforçativa do gênero propaganda
Autor(es): Lorena Goulart Lopes. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave derivao imprpria, propaganda, substantivo
Resumo

O trabalho que ora se apresenta tem como objetivo investigar a ocorrência do que vem sendo tradicionalmente chamado de derivação imprópria, cujo nome, na essência, já permite pressupor não se tratar exatamente de uma derivação. O que se verifica, segundo Basílio (2009), é, na verdade, o fenômeno linguístico da conversão: caso em que um vocábulo de uma determinada classe passa a ter também as propriedades de uma outra classe, não apresentando, contudo, uma marca morfológica correspondente. Assim se considerando, foram perfilhados princípios teóricos desde Mattoso Camara (1975), Monteiro (2002), Basílio (2009), entre outros, para a investigação da temática em questão. Cabe também destacar a escolha do corpus de análise: peças publicitárias brasileiras que estão disponibilizadas em sites da internet. Ademais, ainda se ressalta que selecionamos, como procedimento metodológico,os casos em que iremos nos deter,de modo mais específico, ou seja, as derivações impróprias em que o advérbio e o adjetivo passam a ser compreendidos como substantivos. Desse modo, atentamo-nos para as dificuldades de classificação, bem como para aqueles casos em que há conversão plena, o que se entende quando um vocábulo de uma classe apresenta também todas as propriedades de outra classe. Além do mais, cumpre lembrar que o objetivo das propagandas– instrumento da publicidade – é persuadir o consumidor, de modo que se sinta convencido da necessidade de obter um produto ou um serviço que lhe é oferecido. Nesse contexto, os agentes publicitários vêm, cada vez mais, apostando em recursos morfológicos disponíveis na língua. Tendo isso em conta, busca-se, nesse trabalho, investigar se a utilização desse recurso de formação de palavras do português (derivação imprópria) tem reforçado, de alguma forma, a funcionalidade do gênero propaganda que, obviamente, é a de promover e aumentar as vendas. Finalmente, deixamos em evidência que a coleta dos dados, a partir dos quais vimos desenvolvendo esta pesquisa, foi realizada por meio da ferramenta de busca do Google.