logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: VARIAÇÃO LINGUÍSTICA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: ALGUMAS REFLEXÕES
Autor(es): Flvio Brando Silva. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave variao lingustica, ensino de portugus, escola
Resumo

Um dos desafios que o ensino de língua portuguesa na escola apresenta é o de formar alunos realmente proficientes quanto ao uso da língua materna, em situações diversas de interação verbal. No sistema oficial de ensino, há alunos que provêm, em grande parte, dos meios menos privilegiados da sociedade, e que trazem consigo usos linguísticos próprios desses meios em que vivem. O ensino de língua portuguesa, que privilegia apenas a norma culta, tende a não promover a emancipação social e intelectual do indivíduo, mas reforçar as desigualdades já existentes na sociedade. Assim, levando-se em conta a diversidade linguística, é importante que a escola ofereça aos educandos instrumentos necessários para que eles possam adequar a sua linguagem às situações formais que vivenciam, como também, possam avaliar quais situações comunicativas permitem o uso de um registro coloquial, sem que isso traga prejuízos à comunicação. Dessa forma, a proposta deste trabalho em nível de doutorado é analisar a inserção da variação linguística nas aulas de língua portuguesa, no ensino médio, em escolas públicas paranaenses. Para desenvolvimento do tema proposto, será utilizado o método da pesquisa explicativa com nuances qualitativas, empregando-se a técnica do estudo de caso, o qual será organizado da seguinte forma: a) análise das Diretrizes Curriculares Estaduais de Língua Portuguesa do Estado do Paraná (DCEs); b) análise dos livros didáticos para o ensino médio indicados no Programa Nacional do Livro Didático; c) aplicação e análise de questionário respondido por professores de língua portuguesa de escolas públicas do Paraná. Com base nos resultados obtidos pelas análises (DCEs, materiais didáticos e dados do questionário aos professores), será possível visualizar como a diversidade linguística é tratada no processo de ensino e aprendizagem de língua portuguesa, no Estado do Paraná. Além disso, será possível também verificar se o professor encontra dificuldade para trabalhar a variação linguística na sala de aula e qual seria essa dificuldade.