logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: As potencialidades da rede social Facebook como ferramenta para aperfeiçoamento do ensino de línguas
Autor(es): Pmila de Souza dos Santos. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave : Ensino-aprendizagem, Facebook, TICs
Resumo

Segundo (dos Santos, 2015), são inúmeras as contribuições que o uso das TICs pode trazer para um processo de ensino-aprendizagem diferenciado e eficiente, podendo utilizar esses recursos digitais de aprendizagem para promover o incentivo e interação do seu aluno. Nesse sentido, o presente trabalho tem por finalidade socializar os resultados de uma pesquisa realizada no âmbito do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID/CAPES/UFLA/Letras). Essa pesquisa teve por escopo analisar as potencialidades que as ferramentas contidas na rede social Facebook podem contribuir para o aperfeiçoamento do processo de ensino-aprendizagem no que diz respeito ao ensino línguas propriamente dito. Para a consecução do objetivo proposto, foi realizada uma pesquisa teórica embasada em Antunes (2004); Costa (2008); Santos e Alves Filho (2012); Freitas (1997); Dos Santos (2015). Após a realização da pesquisa teórica, foi organizado um projeto de intervenção em três turmas das séries finais do Ensino Fundamental da rede pública de ensino do município de Lavras, que teve por objetivo explorar e analisar as habilidades que a rede social Facebook pode contribuir para que as aulas de ensino de língua portuguesa sejam mais eficientes e proveitosas. Tal objetivo aconteceu a partir de um grupo destinado aos alunos criado na rede social em questão. Posteriormente, foi realizada uma análise sobre a importância de um professor mediador e do uso das TICs (tecnologias de informação e comunicação) para o ensino de línguas. O resultado do trabalho apontou para uma eficiência do uso da rede social Facebook como estratégia e ferramenta para o ensino de línguas no que diz respeito à fixação e compreensão dos conteúdos já trabalhados em sala de aula, constatou-se também que houve progressão no que tocante à interação entre alunos, percebeu-se que há a construção de um aluno mais ativo, criativo e participativo nas aulas e para a necessidade do docente de domínio das tecnologias de informações e comunicações (TICs) para um maior aperfeiçoamento de suas aulas.