logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Acompanhamento do processo de alfabetização em crianças diagnosticadas com déficit de atenção: uma abordagem neurolinguística
Autor(es): Ana Cludia Conceio Pereira. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Neurolingustica, Dficit de Ateno, Alfabetizao
Resumo

Patologias, geralmente, associadas com o baixo rendimento dos alunos em sala de aula (déficit de atenção, dislexia, TDHA e outras) têm sido atribuídas desmedidamente, o que vem mobilizando crescentemente diversos segmentos da sociedade, como a educação, a medicina, a psicologia e a mídia. Atualmente, a não adaptação dos alunos ao sistema escolar tradicional tem como resultado a patologização indevida e precoce, podendo levar a medicalização inadequada.  Esta pesquisa objetiva a  discussão  de como as atividades que envolvem fala, leitura e escrita e que estejam contextualizadas com o cotidiano dos sujeitos podem possibilitar a aquisição da leitura e escrita em crianças diagnosticadas, mas não necessariamente possuidoras de tais patologias. A abordagem teórico-metodológica se apoiará na Neurolinguística Discursiva praticada no Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas.  

Tendo em vista o quadro atual da crescente repercussão dos distúrbios de aprendizagem que interpretam determinadas marcas, naturais do processo de aquisição da escrita, como sintomas de uma patologia, há a necessidade de estudar e discutir esse estado de coisas à luz da Linguística, da Neuropsicologia e da Neurolinguística.

Com base no atual cenário da educação básica brasileira temos que, grande parte dos alunos passa pelas séries iniciais sem aprender ler e escrever integralmente, o que nos permite questionar o porquê dessa não alfabetização plena e como as práticas de ensino se distanciam dos modos de aprendizagem dos novos alunos. Têm-se assim que as crianças da era digital estão sendo patalogizadas e medicalizadas em grande escala. Esses indivíduos encontram-se a todo tempo realizando práticas letradas, mas dentro das salas de aula não utilizam suas capacidades, visto que a escola tem sido o lugar do mesmo.

O corpus da pesquisa se constituiu  do acompanhamento do processo da escrita e leitura de um sujeito diagnosticado com déficit de atenção, por “ter dificuldades em aprendizagem e déficit de atenção”, conforme nos é apresentado no encaminhamento médico. O sujeito foi  acompanhado longitudinalmente, suas dificuldades, reveladas nos dados, interpretadas não como sintomas de uma patologia a qual lhe foi atribuída, mas como indício de um processo, em princípio, singular de aquisição da escrita. Foi  investigada como tal criança transcorreu o processo de escrita e leitura por meio de atividades realizadas ao longe do acompanhamento e que de fato se relacionaram com as práticas cotidianas, significando e tendo sentido para a criança.