logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: "Todo mundo quer ser fluente no fim do dia, né?": motivações e objetivos no aprendizado de língua inglesa na era da globalização
Autor(es): Shellen Grace de Almeida da Silva. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Lingustica Aplicada, lngua inglesa, ensino-aprendizagem
Resumo

O presente trabalho teve como objetivo pesquisar o papel desempenhado pela língua inglesa na atualidade e como esse papel contribui para que uma pessoa decida (ou não) se aventurar no aprendizado dessa língua. Com o processo de globalização e devido ao seu caráter de Língua Franca, o inglês acaba sendo tomado como algo indispensável na sociedade e as exigências em relação ao conhecimento dessa língua aumentam consideravelmente. As atuais visões e concepções sobre a língua inglesa na era da globalização são reafirmadas pelos discursos de importância do inglês para o ingresso e a ascensão no mercado de trabalho, nos estudos (principalmente no ensino superior), nos negócios, para participar e ser aceito em programas de intercâmbio, e assim por diante. O inglês seria considerado, assim, um pré-requisito, para os mais diversos propósitos. Consequentemente, esse discurso acaba fazendo com que o aprendizado de língua inglesa seja considerado algo indispensável e, até mesmo, obrigatório. No entanto, essa obrigatoriedade em se saber a língua, a imposição de conhecimentos de inglês, que se estende para vários contextos, deve ser questionada, pois, em alguns deles, ela não é imprescindível. Esses fatores trazem muitas implicações, tanto no ensino quanto na aprendizagem que, em sua maioria, não são positivas, pois há várias questões relacionadas a essa visão de língua. A partir de um levantamento bibliográfico de livros e trabalhos da área e de entrevistas realizadas com coordenadores de escolas de idiomas, observaram-se quais são os principais fatores que levam uma pessoa a buscar uma escola especializada no ensino de língua inglesa nos dias atuais. A análise dos dados mostrou que há certa ansiedade em se apre(e)nder o idioma, de maneira rápida e eficaz, para que se possa alcançar sucesso, tanto no trabalho quanto nos estudos. Neste trabalho, pôde ser observado o modo como o discurso sobre a língua inglesa como necessidade se perpetua e se esse mesmo discurso é ponto de partida (motivação) para se buscar uma escola de ensino de inglês especializada.