logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Merchandising Impresso: a encenação e as estratégias discursivas do discurso informativo em mídias impressas
Autor(es): Shirlei Maria Freitas de Mello. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 29/02/2024
Palavra-chave merchandising impresso, Mdia Impressa, Discurso Informativo
Resumo

Neste trabalho, sob a perspectiva da Análise do Discurso, especialmente embasados na teoria Semiolinguística, buscamos revisar as reflexões desenvolvidas em trabalho de tese sobre o discurso informativo das revistas de informação semanais brasileiras de maior circulação. Buscamos especialmente aprimorar o entendimento do merchandising impresso evidenciado nas reportagens veiculadas nessas mídias. Em nosso trabalho de tese percebemos a imbricação dos discursos informativo, propagandístico e publicitário que evidenciava a presença do merchandising impresso nos espaços discursivos informativos. Diante disso, embasados nas teorias da Gênese dos Discursos de Maingueneau, na teoria Semiolinguística de Charaudeau e no ponto de vista de Marshal sobre o jornalismo cor-de-rosa, buscamos compreender a encenação discursiva e as estratégias utilizadas na composição desse evento discursivo a que chamamos de merchandising impresso. O merchandising, assim como a propaganda e a publicidade, pode ser capaz de submeter o sujeito interpretante ao efeito de verdade, levando-o, através da troca verbal, a aderir ao universo de pensamentos e verdades instituídas pela mídia. Dessa forma, nas reportagens investigadas, notamos uma composição complexa da encenação discursiva, na qual a gestão do dialogismo se apresenta na voz do jornalista e verificamos representação ramificada dos sujeitos comunicante e interpretante. Quanto às estratégias discursivas, notamos o uso de estratégias de inserção, demonstração e depoimento favorável. Embora haja a inserção de produtos no discurso informativo, as mídias mantêm sua visada de fazer-saber e constroem um discurso veementemente estruturado em demonstração e em depoimento favorável, estratégias típicas de legitimidade e credibilidade. Além disso, percebemos que a escolha dos temas, que envolvem os imaginários e os saberes sociais, parece garantir certa autoridade e influência da mídia sobre o leitorado, o que implica na disseminação de comportamentos, ideologias e formas de agir. Enfim, as estratégias de demonstração utilizadas evidenciam também o uso da informação como estratégia de persuasão, que busca convencer o leitor a consumir não só a informação, mas também produtos, formas de pensar e de agir.