logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: GESTOS DE LEITURA SOBRE O SUJEITO CAIPIRA: UM ESTUDO DISCURSIVO
Autor(es): MARIA SUELI RIBEIRO DA SILVA. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave Anlise do Discurso, Gneros Discursivos, Sujeito Caipira
Resumo

Na Era da Informação, os avanços tecnológicos vêm favorecendo as diversas produções midiáticas, como a construção de videoclipes, de modo a atrair a população, sobretudo os jovens. Nessas produções estão disponibilizadas várias informações e discursos que influenciam direta ou indiretamente a vida e a cultura de um povo. Recentemente, programas de TV, por exemplo, estão se voltando à cultura raiz ou à cultura caipira, buscando levar o verdadeiro valor dessa cultura e desfazer preconceitos. Cada veículo de comunicação, como a TV e a Internet, enfatiza essa cultura de uma forma e com um determinado discurso. Cada discurso se orienta por uma determinada argumentação, ou ainda centra-se, principalmente, na persuasão. Ou seja, tenta-se induzir a um pensamento, a um valor cultural, que não outro. Na visão bakhtiniana, uma linguagem é sempre criada pela ótica de outra linguagem e os gêneros discursivos se relacionam com elementos heterogêneos culturais. Por muitos anos, o sujeito caipira e sua cultura foram marginalizados, sofrendo, muitas vezes, uma discriminação.   Hoje, com o advento de conceitos, como multiculturalismo, diversidade cultural, entre outros, a cultura caipira ou de raiz passa a ter outra conotação, tendo um valor de prestígio. Dessa forma, a presente pesquisa trata de gestos de leitura sobre o sujeito caipira, presentes em produções midiáticas de três gêneros musicais, nas quais este sujeito se faz presente: a música raiz, a música sertaneja, a música sertaneja universitária.   Com base nos conceitos de gêneros discursivos de Bakthin, foram analisados os discursos presentes em vídeos e letras de cantores e intérpretes desses gêneros musicais, como Tião Carreiro e Pardinho, Chitãozinho e Xororó e Jads e Jadson. Desse modo, foi possível verificar que, na atualidade, ocorre uma valorização e veiculação do sujeito caipira e sua cultura por meio dos gêneros discursivos analisados, tendo-se o sentido de ‘caipira’   ampliado e ecoado, em especial, pela música sertaneja universitária.