logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Tradução e corpora online na elaboração de atividades didáticas
Autor(es): Paula Tavares Pinto. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 25/02/2024
Palavra-chave Traduo, Lingustica de Corpus, Mediao dialtica
Resumo

Neste trabalho, apresentaremos algumas aplicações diretas da pesquisa em corpora online realizada por alunos de Letras durante a sua formação, com o intuito de elaborarem atividades didáticas de língua inglesa voltadas ao Ensino Médio. A proposta surgiu a partir do conteúdo programático da disciplina de língua inglesa do curso de Letras, o qual sugere o estudo das combinatórias com os verbos “be”, “get”, “put”, “have” e “take” junto às preposições, substantivos e adjetivos resultando nos verbos frasais e colocações nominais e adjetivais que muitas vezes dificultam seu entendimento em razão do desconhecimento por parte do aprendiz de língua inglesa. Como fundamentação teórica, apoiamo-nos em pesquisas publicadas no Brasil e no exterior que enfocam a utilização de corpora online em aulas de línguas estrangeiras (BERBER SARDINHA, 2010; VIANA e TAGNIN, 2010; SHEPHERD et al, 2012; THOMAS e BOULTON, 2012). O foco dessas publicações é a conscientização do aprendiz de língua estrangeira a partir da observação e questionamento dos padrões da língua estrangeira em uso. Com este intuito, nosso trabalho foi realizado pensando-se em duas etapas: a) a observação de várias amostras de sentenças de língua inglesa que potencialmente poderiam apresentar padrões colocacionais e idiomáticos e b) reflexão sobre como a descoberta desses padrões poderia servir como insumo no ensino de língua inglesa do quinto ao nono ano do Ensino Médio. Deste modo, após uma busca em dois corpora paralelos online, ou seja, bancos de textos que continham textos em português e as respectivas traduções para o inglês, os alunos fizeram uma discussão sobre como esses dados poderiam ser aproveitados em atividades didáticas como jogos de memória, palavras-cruzadas, jogos de cartas, dentre outros. Tais atividades foram elaboradas com base na mediação dialética (ARNONI, 2003), a qual propõe que o ensino e o aprendizado no trabalho educativo são compostos de quatro etapas: resgatando e registrando; problematizando; sistematizando e produzindo. Além dos verbos frasais, os alunos puderam atestar que, ao se consultar coletâneas de textos literários, informativos e especializados, aliados a uma busca com ferramentas computacionais, é possível se trabalhar, em sala de aula, com expressões fixas, semifixas e idiomáticas, sintagmas preposicionais, termos culturalmente marcados, padrões linguísticos e outros fenômenos linguísticos. O (futuro) professor de língua inglesa poderá refletir sobre atividades em que ele realiza a pesquisa do conteúdo que almeja trabalhar, ou propor que os alunos a façam, de maneira a conscientizá-los de que as línguas apresentam formas padronizadas de uso.