logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A sobreposição entre modalidade e evidencialidade: predições e descrições segundo a GDF
Autor(es): Marize Mattos Dall Aglio Hattnher. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 05/03/2024
Palavra-chave Gramtica Discursivo-Funcional, modalidade, evidencialidade
Resumo

Em seus comentários sobre os trabalhos de Boye (2010) e de Haan (2010)  sobre a relação entre a modalidade epistêmica e evidencialidade, Narrog (2010) afirma que, embora a posição desses autores seja divergente em uma série de aspectos, ambos chegam a uma mesma conclusão: a de que a questão da relação entre essas duas qualificações não aceita resposta categórica. A estrutura em camadas da oração proposta pela Gramática Discursivo-Funcional permite a formulação de um conjunto de predições relacionadas à interação entre as categorias modais entre si e a interação entre modalidade e outras categorias qualificacionais. De acordo com essas predições, as categorias modais devem apresentar um comportamento diferente no que diz respeito às relações de escopo com categorias como evidencialidade e tempo. Um levantamento inicial dos dados em uma amostra constituída por 31 línguas nativas do Brasil mostra que, nessas línguas, não só a expressão de vários valores modais é comum, como também as formas de expressão são muito diversificadas, com vários casos em que os campos semânticos de evidencialidade e modalidade epistêmica se sobrepõem parcialmente segundo as definições encontradas nas gramáticas e estudos descritivos disponíveis. Esta diversidade exige uma reanálise dos dados para a qual a Gramática Discursivo-Funcional oferece critérios bastante eficientes, como pretendo mostrar nesta comunicação. A análise da expressão de modalidades aqui empreendida leva em conta o estatuto das camadas da oração em que a modalidade se localiza, a fim de estabelecer diferenças claras entre os valores epistêmicos e os valores evidenciais. Os critérios da GDF mais facilmente aplicados à análise dos dados estão associados com as relações de escopo: a possibilidade de coocorrência e a ordem dos morfemas. No entanto, outra ferramenta importante utilizada com sucesso na análise dos evidenciais em trabalho anterior não pôde ser aproveitada nesta pesquisa, tendo em vista a falta de informação sobre o tempo em vários dos trabalhos descritivos sobre as línguas da amostra. Ainda assim, os resultados ilustram claramente a adequação do modelo teórico da GDF para a análise das categorias qualificacionais.