logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: O posicionamento discursivo da mídia alemã em relação à presidenta Dilma Rousseff
Autor(es): Gabriella Silveira Hllas. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Alemanha, Dilma Rousseff, Mdia
Resumo

Em um momento de intensa insatisfação popular brasileira perante o governo de Dilma Rousseff, manifestada sob a  forma de panelaços e atos pró-impeachment, desejamos, através do presente trabalho, analisar a repercussão internacional do atual governo sob o comando da chefe de Estado petista. Assim, nosso trabalho, com o aporte teórico da Análise do Discurso de linha francesa, sob a perspectiva de Dominique Maingueneau, visa analisar como Dilma Rousseff, sua gestão presidencial e a visão do povo brasileiro a seu respeito são retratadas pela mídia internacional. Para este trabalho, optamos por nos ater à imagem da presidente veiculada pela mídia especificamente na Alemanha.

Para desenvolver nossa pesquisa, utilizaremos como base para nosso corpus dois dos principais veículos de comunicação alemães: a revista Der Spiegel e o jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung.

Sequências discursivas  como “Mais de um milhão de pessoas no Brasil protestaram contra o governo-  como há décadas não visto. Porém, a oposição pouco pode ganhar com isso” (Frankfurter Allgemeine Zeitung 16/03/2015)  e “ No domingo, centenas de milhares foram às ruas para mostrar seu mau humor à presidente Dilma Rousseff” (Der Spiegel 16/03/2015), referentes ao movimento pró-impeachment ocorrido no país em 15/03/2015, nos dão indícios de um posicionamento que enfatiza e até mesmo generaliza o descontentamento e a desaprovação do povo brasileiro em relação ao governo Dilma.

Dessa forma, pretendemos, portanto, determinar o posicionamento discursivo especificamente dos veículos citados em relação à gestão de Dilma Rousseff. Assim, analisaremos o modo, positivo ou negativo, que a revista Der Spiegel e o jornal Frankfurter Allgemeine Zeitung avaliam e caracterizam o governo federal e os movimentos de oposição por parte do povo brasileiro, principalmente no que se refere aos seguintes momentos específicos: a campanha eleitoral de 2014, a repercussão dos casos de corrupção na Petrobrás e as manifestações pró-impeachment de 2015. Por fim, procuraremos também estabelecer eventuais aproximações ou divergências entre os discursos dos dois veículos de comunicação alemães analisados.