logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A ANÁFORA ENCAPSULADORA EM AULA DE LÍNGUA PORTUGUESA
Autor(es): Rosa Maria Aparecida Nechi Verceze. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 03/03/2024
Palavra-chave Anforas encapsuladoras, nominalizaes, progresso textual
Resumo
  • Este estudo procura discutir a importância das anáforas encapsuladoras ou encapsulamentos presentes num texto de opinião analisado em sala de aula, verificar a contribuição destas anáforas para garantir a progressão referencial e textual e contribuir com um estudo da coesão através   do uso anafórico para o ensino aprendizagem.   A anáfora entendida como um tipo de expressão referencial recupera não só uma parte do discurso como referente pontual, mas outras partes através de nominalizações, rótulos, dêiticos que podem ser retomados no texto por processo de inferenciação em que não há um antecedente implícito, a retomada da anáfora é induzida, sugerida, recuperada cognitivamente. Com base em Cavalcante (2003), Koch ( 2004), Marcuschi (2000) compartilham   ser o   encapsulamento um rótulo que atribui sentido a um trecho precedente ou subsequente nos textos.     A metodologia se constitui na análise de uma noticia do caderno de opinião do Jornal O Globo analisada em sala de aula, 1ª semestre do Curso de Letras. A discussão mostrou que pela analise das anáforas os alunos tiveram maior profundidade na leitura do discurso de opinião, perceberam que a anáfora encapsuladora além de resumir o conteúdo anterior do texto, funciona como rótulo porque sumariza uma   informação nova na continuidade textual, que as anáforas sevem de base da informação das predicações posteriores, que se torna em argumento (axioló­gico),   a introdução da nova anáfora  providencia a ativação ancorada sempre que um objeto-de-discurso é introduzido no texto, tendo com base algum tipo de associação com elementos já presentes no co-texto ou   contexto sociocognitivo (koch, 2006). Os resultados mostraram que os rótulos e as nominalizações contribuem para interpretação textual, auxiliam na descoberta das informações e sentidos interligados no texto, o que propiciam  a continuidade e (re)construção dos sentidos ao longo dos parágrafos. Portanto, as anáforas são rótulos avaliativos que encapsulam informações conduzindo o olhar do leitor para determinado foco.