logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: As práticas de letramento no reconhecimento de gêneros textuais por alunos do 6º ano do Ensino Fundamental
Autor(es): Francieli Aparecida Dias. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 22/02/2024
Palavra-chave Letramento, Gneros Textuais, PIBID
Resumo

A temática eleita para estudo e reflexão diz respeito às questões de letramento em turmas do 6º ano do Ensino Fundamental. Sabendo da importância do trabalho com os gêneros textuais, bem como da relevância de saber utilizar a escrita e a leitura nas diversas situações, o presente trabalho tem por objetivo analisar como alunos do 6º ano do Ensino Fundamental reconhecem diferentes gêneros textuais e suas respectivas funções na sociedade. A escola deve ser o principal agente de letramento e as práticas pedagógicas devem proporcionar o contato com diferentes tipos de textos (com diferentes gêneros discursivos), com diferentes práticas de leitura e escrita (da cultura privilegiada ou não), para que, assim, os alunos não tenham dificuldades de realizar as práticas sociais de leitura e escrita (letramento). Nesse sentido, dois conceitos são basilares nessa discussão. O primeiro conceito - o letramento - envolve, além da questão da multissemiose ou multimodalidade das mídias digitais que lhe deu origem, duas facetas: a multiplicidade de práticas de letramento que circulam em diferentes esferas da sociedade e a multiculturalidade, isto é, o fato de que diferentes culturas locais vivem essas práticas de maneira diferente (ROJO, 2009, p. 108-109). Outro conceito refere-se aos gêneros textuais, que segundo Bonini (2005) são os textos que estão circulam socialmente, são práticas comunicativas que variam de acordo com interação sócio-comunicativa. A pesquisa teórica foi pautada em autores como Bakthin, Kleiman, Marcuschi e Soares e, nos Parâmetros Curriculares Nacionais, com vistas a compreender o conceito de letramento e a importância de suas práticas no que se refere ao estudo dos gêneros textuais e suas funções. Além disso, estudantes do 6º ano, realizaram uma atividade de reconhecimento de oito gêneros textuais distintos, que foram disponibilizados aos estudantes por meio de pequenos textos, em sua maioria, verbais. A atividade realizada pelos estudantes foi posteriormente analisada e seus resultados apontaram para a importância do trabalho em sala de aula com gêneros textuais diversos, não apenas no que concerne à sua funcionalidade, mas principalmente explorando quais são seus usos e funções no âmbito social. Por fim, priorizando as questões de letramento, foi possível constatar que é essencial que trabalhos continuem sendo realizados, no sentido de levar os estudantes a fazerem uso da leitura e da escrita nas situações que diariamente vivenciam.