logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A retextualização como estratégia metodológica para o trabalho sistematizado com os gêneros textuais: da música para o conto
Autor(es): Matheus Henrique Duarte. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Retextualizao, Gneros Textuais, Iniciao docncia
Resumo

O presente pôster tem por objetivo socializar os resultados de um trabalho realizado no âmbito do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID/CAPES/UFLA), que elegeu como objeto de análise a retextualização do gênero música para o gênero conto. Inicialmente, foi realizado um estudo teórico que contemplou quatro questões: gêneros textuais/discursivos, processo de retextualização, gênero música, gênero conto. Após a realização da pesquisa teórica, realizada para embasar a prática pedagógica, foi realizado um projeto de intervenção, que contou com uma sequência de atividades realizadas em turmas de 9º ano do Ensino Fundamental. Foi proposta a atividade de retextualização, a partir de uma seleção de músicas para que os alunos pudessem realizar suas escolhas. Após a aplicação do projeto, foi feita uma análise dos textos produzidos com vistas a verificar o atendimento aos critérios: estrutura do gênero retextualizado e fidelidade ao tema central do texto-base. Dell’Isola (2007, p. 10) acredita que “a retextualização refere-se ao processo de transformação de uma modalidade textual em outra, ou seja, trata-se de uma refacção e uma reescrita de um texto para outro, processo que envolve operações que evidenciam o funcionamento social da linguagem.”, por isso, o trabalho sistematizado com tal processo é uma das estratégias que podem ser adotadas no que se refere ao estudo de gêneros textuais, por ser um mecanismo capaz de explicitar para o estudante estratégias que envolvam o conhecimento e a apropriação de diferentes gêneros textuais. A partir da análise empreendida, foi possível constatar que o projeto de intervenção possibilitou o aperfeiçoamento de diversos aspectos linguístico-discursivos por parte dos estudantes, tanto em relação às características composicionais dos gêneros estudados, quanto em relação ao conteúdo dos textos (progressão temática). O projeto desenvolvido evidenciou, também, que a atuação do professor demanda uma preparação teórica e metodológica para que as atividades desenvolvidas tenham resultados mais profícuos.