logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Expressividade e constituição do feminino, em Cora Coralina
Autor(es): Marcio dos Reis Sales. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 26/02/2024
Palavra-chave Estilstica, Anlise do Discurso, Enunciao
Resumo

A poeta e contista goiana, Cora Coralina, é conhecida por suas obras ricas em detalhes do cotidiano do interior brasileiro. Em seus textos, ela reconta a história de sua terra, os costumes, as tradições, voltando o olhar para quem está fora do centro reconhecido na história oficial de Goiás. Inspirada nos causos e inquietações humanas de sua terra, principalmente naqueles que têm os becos como ambiente, Cora revela, por meio de suas personagens, os discursos e ideologias que envolvem o universo feminino de sua época, bem como os motivos pelos quais as mulheres podem ser marginalizadas pela sociedade retratada pelo enunciador.A partir desse contexto giram os temas do cotidiano, como o trabalho, a maternidade, o amor, o sexo, as discriminações, as lutas.Suas narrativas têm como característica uma espécie de recriação de sua época, constituindo uma fonte importante de recriação da vida social goiana, dos discursos da época, e por extensão, do povo brasileiro.

Dentro desse contexto sócio histórico em que a obra de Cora Coralina foi escrita, essa pesquisa analisa a construção da imagem da mulher descrita e ambientada no início do século XX, bem como observar as marcas discursivas que retratam o universo feminino dessa época presentes nos contos que compõem o corpus esse estudo, a saber: Minga, Zóio de Prata; Miquita e O Prematuro.

Para o desenvolvimento desse trabalho utilizamos a perspectiva teórica da Estilística em diálogo com a Análise do Discurso, baseando-nos em autores como Rifaterre (1973), Mattoso Câmara (1978), Manuel Rodrigues Lapa (1991), Nilce Sant’Anna Martins (2012), Emile Benveniste (1989),Dominique Mainguenau (1995) Ruth Amossy (2005) José Luiz Fiorin(2005)

A metodologia adotada para a realização desse estudo é a de pesquisa de gabinete, estruturada a partir dos seguintes procedimentos: levantamento da fortuna crítica sobre Cora Coralina para tomarmos o conhecimento sobre o que já se tem escrito sobre a autora e quais linhas de pesquisas têm sido desenvolvidas sobre suas obras e podermos, assim, desenvolver um trabalho original e relevante; levantamento bibliográfico sobre Estilística, Análise do Discurso, Subjetividade, o Discurso feminino, capaz de fundamentar as análises que propomos inicialmente; sistematização dos conceitos teóricos que embasam e se fazem presentes no corpo do trabalho; realização das análises dos contos selecionados; organização final dos estudos com redação da pesquisa.