logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Metodologia para tratar a gestão do tempo, estrutura organizacional da aula e objetos de ensino em Língua Portuguesa em escolas de territórios vulneráveis.
Autor(es): Fernanda Marcucci. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 23/02/2024
Palavra-chave Educao, Lngua Portuguesa, Metodologia
Resumo

Este trabalho insere-se na pesquisa em andamento “Relações de Interdependência entre Escolas e Qualidade das Oportunidades Educacionais”, coordenado pela Profa. Dra. Claudia Lemos Vóvio, da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (CENPEC). A metodologia da pesquisa  combina abordagens qualitativas e quantitativas, entretanto, para pensar  a qualidade das oportunidades educacionais em Língua Portuguesa, foram utilizadas abordagens qualitativas (LUDKE; ANDRÉ, 1986). Dentre os elementos que formam as situações de ensino e aprendizagem no Ensino Fundamental, para verificar  de que forma são dadas as oportunidades educacionais em Língua Portuguesa, elegeu-se três esferas para análise: Gestão do Tempo (MARTINIC et al., 2013; SAMMONS, 2008; RUTTER et al., 2008; ESCOLANO, 1993; FRAGO, 1997, BONDIOLI, 2004); Estrutura Organizacional da Aula (MATÊNCIO; 2001; MARTINIC et al., 2013, SIROTA, 1994; CICOUREL, 1977) e; Objetos de Ensino (SCHNEUWLY, 2009; SCHNEUWLY; DOLZ, 2004), todas referentes à disciplina mencionada acima. Esses elementos permitem perceber como são configurados os processos de ensino e aprendizagem realizados nestes contextos e qualificar essas oportunidades educacionais no ensino de Língua Portuguesa. A pesquisa foi desevolvida em duas unidades escolares públicas localizadas na subprefeitura São Miguel Paulista, situada no municipio de São Paulo, por este ser um local com alto Índice Paulista de Vulnerabilidade Social (IPVS), previamente identificado em outros estudos realizados pelo CENPEC. Os instrumentos metodológicos utilizados foram entrevistas semi-estruturadas com o corpo docente e gestão das escolas participantes, observação direta com registro de notas de campo, questionários com todos os alunos dos terceiros anos do Ensino Fundamental e coleta documental de cadernos escolares destes alunos e registros de aula dos professores responsáveis por estas salas. A apresentação do percurso metodológico utilizado nesta pesquisa pode colaborar para fornecer subsídios a outros estudos com temática semelhantes a esta, realizados em territórios vulneráveis ou não.