logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: Um estudo estilístico em À Noite, de Antonio Carlos Secchin
Autor(es): Naharan Karla Souza Purcino. In: SEMINÁRIO DO GEL, 63 , 2015, Programação... São Paulo (SP): GEL, 2015. Acesso em: 24/02/2024
Palavra-chave Estilstica, Poesia, Antonio Carlos Secchin
Resumo

Este trabalho tem por objetivo analisar o poema “À noite” de Antonio Carlos Secchin, selecionado a partir da obra Todos os ventos, publicada em 2002 pela editora nova Fronteira, buscando discutir, sem esgotá-las, questões como: qual é objetivo de o texto estar organizado da forma que está? De que forma tais recursos utilizados pelo autor podem proporcionar elementos para compreender a mensagem que se tem por objetivo enviar? Buscando compreender também a estrutura do texto, ou seja, se configuraria em um metapoema? E qual a relação disso com as possibilidades de compreensão do texto?

Sem entrar no mérito de sua obra completa, analisaremos o texto escolhido buscando compreender alguns traços estilísticos que podem figurar sua construção poética ou simplesmente podem ser contundentes elementos de expressividade na estruturação do corpus a ser analisado, discutindo-se, assim, as relações entre as escolhas lexicais, caracterizadas por um campo semântico específico, que além de possibilitar uma pluralidade de imagens, como, por exemplo, a ocorrência de um adjunto adverbial no título a ser encadeado aos seus versos subsequentes,   vai ao encontro das organizações sintáticas, marcadas pela não linerialidade, por inversões e fragmentações, um olhar especial à sintaxe, em que o autor parece brincar com a ordem dos termos e com construções não usuais, entretanto, comuns à poesia contemporânea. As relações das escolhas de fonemas, uma sonoridade bastante expressiva, marcada por aliterações e assonâncias, que, ao se associarem aos recursos destacados, proporcionam uma reflexão a respeito da escrita poética sem haver rimas ou uma estrutura linear de metrificação nos versos, ainda que esta escrita não apresente elementos de um ideal de poesia.

Para esta reflexão, a análise seguirá o eixo teórico da Estilística, a partir de autores como Michael Rifaterre (1973), Mattoso Câmara (1978), Manuel Rodrigues Lapa (1991), Nilce Sant’Anna Martins (2012). Este trabalho está vinculado ao Projeto de Pesquisa “Da Retórica à Estilística”, da linha de pesquisa “Estudos Estilístico: discurso, gramática e estilo”.