logo

Programação do 63º seminário do GEL


63º SEMINáRIO DO GEL - 2015
Título: A leitura e a produção textual como encontro entre subjetividade e alteridade: desafios para o ensino e a aprendizagem nas esferas escolar e acadêmica
Resumo Este simpósio reúne cinco estudos envolvendo seis linguistas - duas doutoras, dois doutorandos e um mestre na área da Linguística Aplicada -, vinculados à Universidade Federal de Santa Catariana, à Universidade Federal da Fronteira Sul e à Universidade da Região de Joinville. O tema são relações entre linguagem e escolarização no que respeita ao ensino e à aprendizagem da leitura e da produção textual escrita nas esferas escolar e acadêmica. As bases teóricas são de escopo histórico-cultural, em um simpósio entre o ideário bakhtiniano, o ideário vigotskiano e os estudos do letramento. Propõem-se novos olhares para os usos sociais da escrita, sob os seguintes enfoques: compreensão dos usos da escrita sob a ótica bakhtiniana do 'ato de dizer', contemplando o conceito de 'encontro' entre subjetividade e alteridade, com base em Augusto Ponzio; tensões e mimetizações entre práticas de letramento docentes e práticas de letramentos discentes no desafio escolar de horizontalizar vivências com a escrita de acadêmicos de Letras e de Direito, tanto quanto de estudantes do Ensino Fundamental; problematizações dos conceitos como 'identidade', 'pertencimento', 'inserção/mobilidade' no ensino e na aprendizagem da leitura e da produção textual escrita nas esferas escolar e acadêmica; embates entre síntese e integração, dialética e dialogia, cotidiano e história, universal e singular, 'istina' e 'pravda' nos fundamentos teórico-metodológicos do ensino e da aprendizagem da leitura e da escrita nas esferas escolar e acadêmica. O eixo unificador dos cinco estudos que compõem o simpósio é a proposição de novos olhares para temas recorrentemente discutidos no campo do ensino e da aprendizagem das práticas de linguagem na modalidade escrita. Todos são estudos de caso, ancorados em uma base filosófico-epistemológica convergente, cujos resultados apontam para a importância de escrutínio de olhares que objetificam gêneros do discurso, tanto quando de olhares que gaseificam os usos da escrita. A grande busca é a defesa da 'pravda', compreendida, para as finalidades deste simpósio, como a base para o ensino e a aprendizagem da leitura e da produção textual na escola e na universidade, tomadas não sob uma perspectiva de universalismo teorético (foco da crítica bakhtiniana) nem do verbalismo vazio (foco da crítica vigostkiana), tampouco do relativismo cultural (que torna objeto de crítica muitos estudos do letramento), objetivando facultar aos estudantes, pela intersubjetividade no sentido de Wertsch, transcender seus mundos privados em busca de vivências que viabilizem a apropriação de novas práticas sociais mediadas pela modalidade escrita da língua.